sábado, 18 de junho de 2011

Não tenho medo de seguir em frente. Não tenho medo de continuar minha vida. tenho medo de que as coisas aconteçam novamente como já aconteceram É medo de doer mais que antes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário